RADIO GESSO

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Nota a sociedade e a imprensa

A diocese de Crato comunica que na manhã de hoje, dia 7 de outubro, foi pega de surpresa com o mandato de prisão do padre Lenilson Laurindo da Silva, acusado de cometer crime de pedofilia. Diante disso a assessoria jurídica da diocese de Crato já foi acionada e está acompanhando o caso. Dentro do processo interno da Igreja, a diocese também está tomando as devidas providenciais. Ainda pela manhã foi baixado o Decreto de Suspensão a Divinis, que suspende IMEDIATAMENTE a ordem do padre Lenilson, o que significa dizer que ele não poderá mais exercer as funções sacerdotais, podendo vir a ser demitido do estado clerical, após a conclusão do processo. A decisão foi tomada de acordo com o Código de Direito Canônico, que rege a doutrina católica. A diocese de Crato reitera que presa pelo amor a Deus e ao próximo e não admite nenhum tipo de injustiça praticada contra aqueles a quem Deus nos confiou cuidar. 

Assessoria de Comunicação Diocese de Crato

Nenhum comentário:

Postar um comentário