terça-feira, 29 de novembro de 2016

Ex-jogador do Icasa está entre as 76 vítimas em acidente da chapecoense

A Polícia de Medellín, na Colômbia, já confirmou a morte de 75 pessoas que estavam no avião com a delegação da equipe catarinenses de Chapecó. Seis pessoas foram socorridas – quatro jogadores e dois jornalistas. No voo, estavam 81 pessoas, incluindo 72 passageiros e nove tripulantes. No total, eram 48 membros da Chapecoense, incluindo 22 jogadores, 21 jornalistas da Fox TV, TV Globo, RBS e rádios, além de três convidados, e tripulação.   A tripulação saiu de Guarulhos, em São Paulo, para Bolívia em voo comercial. Após escala técnica, deixou Santa Cruz de La Sierra em direção a Medellín. Quando sobrevoava a região de Antióquia perdeu contato com o aeroporto, que confirmou o acidente. A causa do acidente teria sido uma pane elétrica. Ainda de acordo com a imprensa local, o piloto teria liberado combustível para evitar explosão após o pouso forçado. Essa já é a maior tragédia envolvendo um clube de futebol no mundo. Segundo noticiou a imprensa colombiana, o local em que o avião caiu seria de difícil acesso. Além disso, o mau tempo na região metropolitana de Medellín atrapalharia ainda mais o resgate. Dois helicópteros da força aérea do país sobrevoam a área para auxiliar no trabalho das equipes de resgate. Dentre as mortes já confirmadas, está o atacante e ex-jogador do Icasa, Lucas Gomes. Ele passou pelo time juazeirense em 2014, com 22 jogos e seis gols. Entre as mortes já confirmadas, alguns tiveram passagens pelo futebol cearense, além de Lucas Gomes. O também atacante Kempes, passou pelo Ceará em 2007; o zagueiro Thiego, jogou no Vovô em 2012 e fez um gol em 31 jogos, e o ex-treinador, e agora comentarista, Mário Sérgio, treinou a equipe alvinegra em 2010. O modelo do avião é o Avro Regional Jet 85, também conhecido como Jumbolino, de matrícula CP-2933, produzido pela British Aerospace. A equipe disputaria, na quarta-feira, a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o colombiano Atlético Nacional.  Laterais: Gimenez, Dener, Alan Ruschel (sobrevivente) e Caramelo Zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto (sobrevivente) Volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco Meias: Cleber Santana e Arthur Maia Atacantes:: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel, Canela Com informações Uol e AFP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário