RADIO GESSO

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Homicídio em Juazeiro do Norte

Uma pessoa morreu e outra saiu lesionada por uma bala perdida às 21 horas desta terça-feira no cruzamento das ruas Violeiro José Gaspar e Coronel Nery (Pio XII) em Juazeiro do Norte. No local, tombou sem vida Francimar Leandro Ferreira, de 36 anos, o “Nego” que residia na Rua Firmino Tavares, 346 (Bairro Vila Fátima). Ele respondia por crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo e, recentemente, tinha conquistado a liberdade da cadeia pública. Segundo testemunhas, os disparos foram efetuados por uma dupla que se aproximou numa moto Honda CG 150 de cor preta. Quem estava por perto era Cícero Pereira, de 58 anos, residente na Rua Coronel Raul, 492 naquele bairro, o qual terminou atingido por uma bala perdida na nádega esquerda. Este foi socorrido pelo seu próprio filho ao Hospital Regional do Cariri. Os Sargentos Alcântara e Brandão e os Soldados Souza e T. Silva diligenciaram sem o êxito de localizar os acusados. Uma das prisões de “Nego” foi no dia 20 de maio de 2008 por agentes da Polícia Federal no bairro Salesiano. Ele estava com Marilene Francisco dos Santos, de 54, e Adriano Moura Pinheiro, de 27 anos, sendo que, em poder dela, foram apreendidos 600 gramas de cocaína, pedras de crack, balança de precisão, grande quantidade de bicarbonato de sódio e R$ 600,00 em dinheiro. Ela assumiu que vendia drogas a viciados no Cariri e a suspeita da PF era de que “Nego” e Adriano respondessem pela distribuição. Já no dia 11 de agosto de 2015, no cruzamento das ruas Antônio Almeida Magalhães e Madre Nelly Sobreira (Limoeiro), ele tentou se desfazer de uma pistola atirando-a no mato. Na época, “Nego” morava no bairro Aeroporto para onde seguia naquele momento num Fiat Strada de cor azul o qual foi perseguido por militares do Ronda do Quarteirão. Antes da abordagem, “Nego” atirou algo fora do carro e, depois, a polícia encontrou uma pistola calibre 380 municiada. Este foi o sétimo homicídio do mês de novembro em Juazeiro do Norte e o 106 do ano no município. No dia anterior, Demontier Brito de Lima, de 39 anos, o “Tier” que residia na Rua José de Alencar (Romeirão), tinha sido assassinado a golpes de faca na Avenida Ailton Gomes perto do Mercado do Pirajá por Cícero Paulo Alves da Silva, de 25 anos, residente na Rua da Paz, 679 o qual terminou preso.

Fonte-miséria

Nenhum comentário:

Postar um comentário