quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Justiça eleitoral desaprova as contas e deixa lunga inelegível no Crato

A juíza eleitoral da 27ª Zona no Crato, Ana Raquel Colares dos Santos Linard desaprovou hoje (terça-feira, 29) as contas de campanha do vereador eleito José João Alves de Almeida, conhecido por "Lunga". A decisão deixa Lunga (PSD) inelegível e foi publicada no mural eletrônico do cartório eleitoral do Crato. Cabe recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), em Fortaleza.
Lunga foi o sétimo vereador mais bem votado no Crato nas eleições de outubro passado, obtendo 1.106 votos. É atualmente apontado como candidato da oposição para a presidência da Câmara Municipal.
Caso o TRE mantenha a decisão da juíza Ana Raquel Colares, o primeiro suplente do PSD é o vereador Marquinho do Povão que obteve 778 votos, assume a vaga de Lunga.
Fonte- Flávio  Pinto

Nenhum comentário:

Postar um comentário