quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Presa viuva de policial civil executado em senador Pompeu

Equipes da Polícia Civil da região do Sertão Central do Ceará cumpriram quatro mandados de prisão em Senador Pompeu, na manhã desta quinta-feira, 17. As prisões estão relacionadas ao caso do policial civil Cláudio Nogueira, executado em agosto deste ano. Entre os detidos, está a viúva do inspetor, Michele Arruda, que estava com ele no dia do crime.

A operação da Polícia Civil foi realizada no bairro Encantado, em Senador Pompeu. Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos pelos policiais. Além da viúva, a ação policial prendeu três homens suspeitos de participação na execução de Cláudio Nogueira que, na época, estava licenciado do cargo de inspetor para concorrer a vereador nas eleições municipais de Quixeramobim.

O delegado regional de Polícia Civil de Senador Pompeu, Jéferson Lopes Custódio, está realizando, nesta manhã, as oitivas dos detidos, na Delegacia Municipal de Solonópole.

 

O crime
Cláudio Nogueira estava com a esposa, Michele Arruda, em seu carro, quando, ao reduzir a velocidade em uma lombada, na CE-166, foi surpreendido por dois homens armados em uma moto. A dupla efetuou vários disparos contra Cláudio e fugiu do local. O crime ocorreu no dia 20 de agosto deste ano.

O inspetor da Polícia Civil ainda chegou a ser socorrido ao Hospital e Maternidade Santa Izabel, no centro de Senador Pompeu, mas morreu minutos depois de dar entrada. Foram contabilizadas sete perfurações a bala, concentradas no tórax.

Cláudio Nogueira estava licenciado da Polícia Civil. Filiado ao PSB, o inspetor era candidato a vereador de Quixeramobim, também no Sertão Central, onde morava. Ele havia exercido quatro mandatos de vereador — o último entre 2009 e 2012, quando chegou a ser vice-presidente da Câmara. 

FONTE - o povo

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário