radio

sábado, 3 de dezembro de 2016

Nota de falecimento

A noite desta sexta chegou com a triste notícia do falecimento do primogênito da nossa família, meu irmão Ítalo Bezerra, aos 69 anos, vítima de complicações decorrentes do diabetes. Ainda assimilando o impacto do acontecido, levamos nossas condolências e apoio à comadre Nizeuda Bezerra e aos seus filhos Ícaro, Ítalo, Ítala Nandy e Igor. A seguir, uma breve biografia de Ítalo como forma de homenagem.
ÍTALO BEZERRA nasceu em Cedro (CE). Primeiro dos dez filhos do casal Francisco Martins e Deusdedith Bezerra. Começou a jogar nos campinhos de peladas na cidade do Crato. Atuou pelo Nacional, time de “futebol de campo”, pertencente ao mecânico Gecildo Rodrigues. Daí foi um pulo para o futebol de salão. A princípio pelo Colégio Diocesano formando com Gerson, Amarílio, Zé César, Dudú, Dantas e outros jovens valores. Cresceu com a época de ouro do salonismo cratense, anos 1960. Defendeu com destaque os times do ACRISA e do VOLKS. Jogou um pequeno período pelo Sport Clube do Crato, futebol associaton. Foi craque de primeira linha na grande fase do futebol de salão cratense, numa geração em que figuraram Gilton, Paulo César, Zé Vicente, Roberto, Bosco, Gledston, Freire, Silvio, Manga, Baier, Vicentão e outros que integraram brilhantes equipes como AABB, Votoran, Acrisa e Volks. Ítalo foi convidado para ingressar no Fluminense do Rio, futebol de salão, quando o tricolor fez excursão ao Crato. Resistências familiares impediram este grande salto em sua trajetória. Afora o futebol, era fascinado pelo rádio. O irmão Wilton Bezerra, comentarista esportivo da TV Diário e Rádio Verdes Mares, acompanhou de perto toda caminhada esportiva de Ítalo.
Escreveu  seu irmão  wilton Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário