RADIO GESSO

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Para Francisco aceita renúncia de Dom Gilberto e nomeia Dom Gilberto Bispo diocesano

Os fiéis da Diocese de Crato tem novo bispo: Dom Gilberto Pastana de Oliveira, então coadjutor de Dom Fernando Panico, agora emérito. A nomeação deu-se na manhã desta quarta-feira, dia 28, meio-dia no horário de Roma. O anúncio foi feito durante pronunciamento à Rádio Educadora do Cariri, em cadeia com outras rádios.

Neste dia histórico para a diocese e todo o povo, às oito em ponto, Dom Fernando anunciou a oficialização de sua renúncia pelo Papa Francisco, em carta datada de 16 de dezembro, assinada pela nunciatura apostólica no Brasil, e a nomeação de Dom Gilberto, bispo diocesano.

Em seu pronunciamento, Panico agradeceu os quinze anos e seis meses de pastoreio, as orações a ele dirigidas à época de sua enfermidade e convidou a todos para “louvar e agradecer à misericórdia de Deus pelo dom do nosso novo bispo”.

“Com grande alegria, agora, posso comunicar-lhes que, hoje, o Papa Francisco confirmou e efetua a sucessão de Dom Gilberto Pastana à cátedra episcopal desta amada diocese. A Dom Gilberto desejo expressar o meu agradecimento fraterno e a sua colaboração a mim prestada no pastoreio”, afirmou.

Novo bispo diocesano

No discurso de “gratidão e esperança”, Dom Gilberto, sexto bispo diocesano, comprometeu-se em prosseguir à obra de Dom Fernando, de fazer caminhar e crescer, ainda mais, a diocese romeira e missionária, com a ajuda evangelizadora de todos os padres, diáconos permanentes, religiosas, leigas e leigos consagradas, todas as pastorais, movimentos e equipes de serviço. “Para vocês eu sou bispo e com vocês eu sou irmão”, disse, citando Santo Agostinho.

O novo bispo também afirmou sentir uma profunda gratidão pela tarefa confiada por Deus e os meses de convivência, ensinamentos e pastoreio com Dom Fernando. Pediu ainda que “toda força humana, religiosa e evangelizadora” que até então tem construído a caminhada pastoral continue a fazê-lo. “Eu preciso e, certamente, contarei para que essa diocese continue a sua missão”.

Na trajetória antes do episcopado, Dom Gilberto atuou como vigário paroquial, reitor de seminário, coordenador diocesano de pastoral. Foi coordenador do departamento de Filosofia e Teologia no Instituto de Pastoral Regional (Ipar), em Belém (PA), e diretor da Rede Vida de Televisão, de 2000 a 2005.

Natural de Boim (PA), nasceu em 29 de julho de 1956. Tendo sido ordenado presbítero em 27 de julho de 1985, em Santarém (PA), e nomeado bispo de Imperatriz (MA) em 03 de agosto de 2005. Seu lema episcopal é “Venha o teu reino”. Mestre em Teologia, com especialização em Teologia Espiritual, no Teresianum, em Roma, Itália, atualmente é o bispo referencial de duas comissões no regional Nordeste I da CNBB: a das Comunidades Eclesiais de Bases e a do Laicato.

A celebração litúrgica quer marcará a passagem do báculo pastoral será no próximo dia 1º de janeiro, às 17h, na Igreja Catedral de Crato.

Leia na íntegra a carta que comunica a notícia que o Papa Francisco aceitou a renúncia de Dom Fernando Panico como bispo diocesano de Crato:

“A Nunciatura Apostólica no Brasil comunica que o Santo Padre Francisco aceitou o pedido de renúncia ao governo pastoral da Diocese de Crato, Estado do Ceará, apresentado pelo exmo. Dom Fernando Panico, missionário do Sagrado Coração, em conformidade Cânon Romano, n. 401, parágrafo 1, do Código de Direito Canônico.

Em consequência, o governo pastoral da Diocese de Crato será assumido pelo exmo. Dom Gilberto Pastana de Oliveira, bispo coadjutor. A notícia será publicada no Jornal L’Osservatore Romano do dia 28 de dezembro de 2016, quarta-feira, às 12h de Roma, devendo ficar protegida pelo segredo pontifício até esta data.

Brasília, 16 de dezembro de 2016”

Nenhum comentário:

Postar um comentário