RADIO GESSO

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

A MATANÇA EM JUAZEIRO CONTINUA

A violência em Juazeiro do Norte parece não ter fim e mais uma pessoa morreu após ser baleada no município se constituindo no sexto homicídio de 2017 num curto intervalo de quatro dias e o segundo no bairro João Cabral. Trata-se do ex-presidiário Lúcio Ramires Clemente de Sousa, de 33 anos, que faleceu por volta das cinco horas da madrugada desta quarta-feira em um dos leitos do Hospital Regional do Cariri.

Ele respondia vários procedimentos na justiça, sendo a maioria por crimes de roubos e foi baleado aos 45 minutos de hoje dentro de sua casa na Rua Otonho Lira Cruz, 420 no João Cabral. Segundo parentes, dois homens chegaram quebrando a porta do imóvel e adentraram atirando. Lúcio saiu lesionado no braço direito e no tórax e foi socorrido pela própria polícia ao HRC, onde morreu cerca de quatro horas depois. Os homicídios anteriores, igualmente com armas de fogo, foram:

DOMINGO

Jesualdo Gonçalves da Silva, de 30 anos, no bairro João Cabral.

Jonas Batista de Lima Cardoso, de 26 anos, no bairro Juvêncio Santana.

Carlos Eduardo Blandino dos Santos, de 19 anos, no bairro Romeirão.

SEGUNDA-FEIRA

José dos Santos, de 43 anos, o "Dé Bagaceira", no bairro do Horto.

TERÇA-FEIRA

Igor Bezerra da Silva, de 20 anos, no bairro Pio XII


Nenhum comentário:

Postar um comentário