RADIO GESSO

>

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Agricultor saiu de casa para ver quem soltou os seus porcos e foi morto a tiros em Brejo Santo

Exatamente dois meses depois um novo homicídio foi registrado em Brejo Santo. Por volta das 22h30min desta quarta-feira, o agricultor Geraldo Miguel de Oliveira, de 53 anos, foi morto com dois tiros de espingarda calibre 12 na cabeça. O crime aconteceu no terreiro de sua casa no Sítio Lagoa do Mato I, na zona rural de Brejo Santo, e detém características de execução.

A vítima cria porcos e ouviu barulho no chiqueiro ao lado de sua casa notando que os animais estavam soltos. Quando saiu à porta para ver o que tinha ocorrido, Geraldo terminou surpreendido com os disparos. Provavelmente, seus algozes soltaram os animais para provocar a saída do agricultor do imóvel. A princípio, está descartada a possibilidade de um latrocínio já que nenhum animal, dinheiro ou objeto de valor foi levado da casa.

Este foi o primeiro homicídio de 2017 em Brejo Santo, onde 17 pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. O último tinha ocorrido no dia 12 de novembro quando Francisco Wagner Santos Oliveira, de 23 anos, que residia na Rua Santa Terezinha, foi morto a tiros. Ele participava de uma festa no Parque de Eventos na Vila Cavaco e discutiu com um rapaz. Na saída, pela madrugada, seu algoz o esperava do lado de fora com um amigo no piloto de uma moto e já foram atirando.

FONTE - MISERIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário