sábado, 14 de janeiro de 2017

Cabo da PM e seu sobrinho foram mortos a tiros em Milagres e agricultor a pauladas em Potengi

Quatro homicídios foram registrados nesta sexta-feira (13) na região do Cariri, sendo dois a pauladas em Juazeiro e Potengi e outros dois à bala em Milagres. Pela manhã uma pessoa identificada apenas por “Josimar”, foi morta a pauladas na Casa de Apoio que funciona na Rua 31 de Março, 77/B (Triângulo) em Juazeiro. O autor do crime, Wellington Vieira da Costa, de 42 anos, também residente no local, foi preso e assumiu o homicídio alegando que o atingiu com cinco pauladas para se defender.

Por volta das 18 horas, no Sítio Quinquelere a uma distância de 4 Km para o centro de Potengi, foi encontrado o cadáver do agricultor José Alexandre Rodrigues, de 71 anos, apelidado por ”Amor”. Segundo familiares, há cinco anos ele vivia no mato à sombra de um Juazeiro e, no local, o Sargento Dutra e os Soldados Xavier e Marcos Paulo notaram vestígios de luta corporal. Sobre o corpo, um pau de porteira sujo de sangue e o rosto bastante deformado.

Um sobrinho da vítima, identificado por “Miguel do Sindicato”, acompanhou a patrulha até o sítio e soube por outros parentes que “Amor” tinha R$ 170,00 na carteira a qual estava aberta e jogada perto do local onde a vítima guardava seus pertences, mas sem o dinheiro. Além disso, vestia apenas uma cueca o que leva a crer que o mesmo foi morto na madrugada de sexta-feira enquanto dormia.

DUPLO HOMICÍDIO – Perto das 23 horas, porém na ponte sobre a Barragem do Rosário na zona rural de Milagres, duas pessoas foram assassinadas a tiros. Diego Augusto Dantas, de 33, residia na Rua Coronel Humberto Bezerra, 41 no centro de Abaiara, e seu tio José Figueiredo Dantas, de 60 anos, o “Cabo Zezão” que era da Reserva e residia na Rua José Leite Martins, 514 também em Abaiara. Eles trafegavam no sentido Milagres/Abaiara num Toyota Corolla cor prata e placas PGW-8490 dirigido por Diego.

O rapaz respondia por crimes de posse ilegal de arma de fogo, trafico de drogas, associação para o tráfico de drogas, violação de domicilio, lesão corporal e estupro. Quando passavam no local foram alvejados com vários disparos, sendo que policiais militares encontraram três cápsulas de arma calibre 12 e duas calibre 380 as quais atingiram ainda a adolescente de iniciais B. N. S., de 17 anos, residente na Rua Alto da Bela Vista em Abaiara, que foi a própria vitima do estupro e namorava com Diego.

A garota viajava no banco de trás e saiu lesionada na cabeça e no tórax, sendo socorrida ao Hospital de Brejo Santo. Segundo a polícia, Diego seria ligado à Facção Criminosa do PCC e estava em uma acirrada disputa pela liderança do tráfico de drogas na região do Cariri. Há poucos dias foi realizada uma Busca e Apreensão na residência dele, onde policiais civis apreenderam armas e drogas, porém o mesmo fugiu. Diego ostentava um bom patrimônio em Abaiara, sendo, inclusive, proprietário de um haras na cidade.

Fonte - Miseria

Nenhum comentário:

Postar um comentário