RADIO GESSO

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Camara do crato recebe proposta de Reforma Administrativa prentendida pelo poder executivo do Crato

A Câmara de Vereadores do Crato recebeu, na manhã desta quarta-feira, 8, proposta de Reforma Administrativa para o município do Crato pretendida pelo Poder Executivo. Durante reunião na Sala da Presidência, o secretário de Finanças, Carlos Eduardo dos Santos Marino, apresentou a proposta e esclareceu dúvidas dos vereadores.

“Recebemos o secretário, que veio entregar em mãos a mensagem do prefeito”, afirma o presidente da Câmara, Florisval Coriolano (PRTB). “Nós daremos entrada na próxima sessão e estamos entregando aos vereadores para que eles analisem a proposta e fiquem bem situados”, completa.

Participaram da reunião, além do presidente, os vereadores Adil (PSC), Antônio de Mano (PPL), Amadeu de Freitas e Pedro Lobo (ambos do PT), Fernando Brasil (PP) e Renan Almeida (PEN), da mesma maneira que o secretário de Governo, Felipe Correia e o futuro secretário da Controladoria e Ouvidoria do Crato, Otoni Lima Bezerra.

Reforma Administrativa

Conforme o secretário de Finanças, Carlos Eduardo, o objetivo da proposta de Reforma Administrativa é “buscar uma organização mais racional do município do Crato”. Para tal fim, é premissa do prefeito Zé Ailton Brasil a redução do número de cargos comissionados que passam de 717 para 505 e compreende redução de 30%, e diminuição no valor gastos com estes cargos.

“Elas têm o objetivo de realmente reduzir gastos, de reduzir a máquina pública, mas sem afetar os serviços prestados ao cidadão”, observa o secretário, para acrescentar em seguida: “Na realidade é uma reforma que tenta apenas racionalizar a administração pública municipal”.

Valorização do Servidor Público

A reforma Administrativa irá, segundo o secretário, ampliar a valorização do servidor público. “Estamos acabando com a figura de uma função gratificada que remunerava, em menor intensidade, o servidor efetivo do que aquele que não é efetivo, mas de livre nomeação”.

Redução de Secretarias

O secretário enfatizou, durante a reunião, que o número de secretarias será reduzido de 20 para 14 – com a permanência da Secretaria de Segurança Pública. “Não estamos eliminando as atividades nem os serviços municipais. Na realidade estamos reorganizando e aglutinando as atividades comuns em uma mesma secretaria”, afirma.

Economia de R$ 25 milhões

Com o intuito de “fazer mais gastando menos”, a redução de cargos comissionados, gratificações, de secretarias e outros aspectos da Reforma Administrativa, vão proporcionar, de acordo com o secretário Carlos Eduardo Marino, economia de R$ 25 milhões nas finanças do Crato.

“Tenho a certeza que a Câmara Municipal vai fazer a melhor avaliação, propor melhorias ao projeto e tenho certeza que para o Crato teremos uma estrutura organizacional bem mais moderna que faça mais gastando menos”, finaliza o secretário.

Vereadores analisam a proposta

 Segundo o presidente da Câmara, Florisval Coriolano, todos os vereadores do Crato vão receber hoje a proposta de Reforma Administrativa para o município do Crato, projeto do Poder Executivo. Os parlamentares analisarão o projeto para na próxima semana discuti-lo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário