RADIO GESSO

>

terça-feira, 21 de março de 2017

Dupla manda filha se ajoelhar e orar pela mãe enquanto assassinava a mesma em Jati

Dezesseis dias após e um novo homicídio foi registrado no município de Jati na região do Cariri. Por volta das 15 horas desta segunda-feira dois homens encapuzados e armados chegaram numa moto de cor preta a um imóvel no Sítio Baixa Grande a uma distância média de 15 Km para o centro de Jati. Um deles procurou pelo dono da casa “Jovelino” que responde por um homicídio culposo no trânsito em Pernambuco e esse não se encontrava.

Depois mandou a esposa do mesmo Marlene Maria da Silva, de 52 anos, ali residente, se ajoelhar juntamente com sua filha, a fim de orar. Em seguida, um deles efetuou disparos de revólver na cabeça assassinando Marlene. A última mulher vítima de homicídio à bala em Jati foi Ranieri Paulino Barros, de 19 anos, no dia 19 de setembro de 2009. O crime aconteceu em sua casa no Sítio Balanças tendo como autor o seu ex-companheiro Jeison Gonçalves Santos, de 30 anos, que veio de São Paulo exclusivamente para matá-la.

O homicídio de ontem foi o segundo do mês de março ou os dois os únicos deste ano em Jati. O outro tinha ocorrido no dia 4 vitimando Natailson Cidio João, de 24 anos, que era apelidado por “Tetê”, e foi assassinado com seis tiros de pistola calibre 380 todos no rosto. O crime aconteceu em frente ao Balneário Beira Rio às margens da BR-116 e, segundo testemunhas, o autor dos disparos fugiu num carro de cor vermelha. A vítima era de Salgueiro (PE), suspeita de envolvimento com drogas e morava há dois meses em Jati.

Nenhum comentário:

Postar um comentário