quarta-feira, 22 de março de 2017

Homicídio em juazeiro do Norte


Mais um homicídio foi registrado em Juazeiro se constituindo no sétimo em menos de uma semana e o 35º deste ano. Por volta das 22 horas desta quarta-feira José Hélio Alves Gomes, de 44 anos, o “Nego Hélio”, foi morto a tiros perto de sua casa na Rua Francisco Martins de Sousa no bairro Frei Damião. Ele respondia por crimes de tráfico de drogas e, segundo testemunhas, os autores do crime fugiram numa moto Honda Bros não sendo localizados nas diligências feitas pela polícia.

No dia 6 de junho de 2012 a polícia tentou abordar “Nego Hélio” na Rua Artesão Manoel de Barros (Tiradentes) e este fugiu  adentrando no imóvel número 60 com os militares indo juntos. Ele terminou preso e, no interior da residência, os PMs encontraram cinco papelotes de maconha, 10 pedras de crack e mais 17 gramas de cocaína. Naquele dia, a polícia levou ainda para a delegacia Dalvenísia de França Santos, de 42 anos, esposa de Hélio.

Já no dia 14 de outubro de 2013, na Rua Possidônio Bem (Lagoa Seca), Hélio trafegava em sua carroça quando foi surpreendido por dois homens numa moto, sendo um apelidado por “Baby”, os quais o alvejaram com seis tiros, sendo três nas costas, um no abdômen e mais dois na coxa escapando no hospital. Em julho de 2014 voltou a ser preso na Rua Francisco Monteiro, 2012 (Frei Damião) com maconha e crack juntamente com Aglamailton de Lima Pereira, de 22 anos, o “Olho de Gato”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário