radio

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Câmara do Crato abre espaço para servidores reforçarem campanha salarial

A Câmara Municipal do Crato tem aberto espaço, desde a primeira sessão da atual legislatura, para que cratenses apresentem solicitações durante os encontros do Legislativo. “Sempre vamos abrir espaço para que o cidadão apresente suas demandas nessa casa”, reitera o presidente Florisval Coriolano (PRTB).

Nesta terça-feira (18), servidores municipais estiveram na sessão para apresentar aspectos da campanha salarial. “A nossa vinda à Câmara foi para reforçar a nossa campanha salarial, pedir apoio da Câmara com relação à definição da gestão sobre o nosso índice de reajuste”, explica a presidente do SindsCrato, Denise Pinheiro.
Representadas à Mesa por dois dirigentes do sindicato dos servidores municipais - Denise Pinheiro e Oldack Cesar - as diversas categorias de trabalhadores também expuseram suas necessidades quanto ao desempenho da atividade profissional. Neste sentido, além dos dirigentes, mais de 10 servidores puderam se expressar durante a sessão.

“O servidor teve chance hoje de falar na Câmara, de usar da sua voz, de usar da Tribuna e repassar aos vereadores toda a situação que o servidor se encontra, ou seja, sem condições de trabalhar”, avalia Denise.
Na pauta de reivindicações, os trabalhadores buscam reajuste salarial ao percentual de 6,58% para servidores que recebem acima do salário mínimo e de 7,64% para profissionais do magistério, “que não são nada mais do que as perdas da inflação”, como explica a presidente do sindicato.

Durante a sessão os servidores também perceberam as opiniões de cada um dos vereadores do Crato. Os parlamentares relembraram reunião que tiveram há uma semana com o prefeito José Ailton Brasil para dialogar sobre as reivindicações dos profissionais.

O vereador Bebeto Anastácio (PTN) destacou que sempre deve haver esse tipo de diálogo.
Para Pedro Lobo (PT) os direitos dos trabalhadores devem ser preservados. Maurício Almeida (PDT) salientou que os Poderes Legislativo e Executivo têm atuado em parceria em prol de toda a cidade.

No Grande Expediente, o vereador Amadeu de Freitas (PT) retomou posicionamento através do qual requer a realização de concurso público em Crato. Conforme o parlamentar, o ingresso no serviço público desta maneira proporciona melhor qualidade aos serviços prestados à população cratense.


Líder do prefeito na Câmara, Renan Almeida (PEN) disse entender a necessidade do concurso e do reajuste salarial. O vereador reiterou, contudo, que a administração municipal deve ter cautela ao discutir pontos como estes.
“Temos uma Lei de Responsabilidade que exige à gestão cumprir percentual de gastos com pessoal”, afirma Renan. 
“Temos uma receita de arrecadação que vem caindo, então a gestão não pode simplesmente ser irresponsável e conceder um aumento quando ela não vai poder cumprir com o pagamento dos funcionários no decorrer do ano”, acrescenta.


A Câmara do Crato retoma suas atividades em Plenário na próxima segunda-feira. Antes disso, na quinta-feira (20), vereadores participarão de sessão na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte. O encontro dá continuidade ao primeiro passo dado no Legislativo cratense que busca fortalecer politicamente a Região Metropolitana do Cariri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário