RÁDIO GESSO

terça-feira, 25 de abril de 2017

Delegado e inspetor falam sobre elucidação, motivo e diligências do crime contra topiqueiro no centro do Crato

Na manhã desta terça-feira (25), a reportagem do Princesa News  e do Jornal da Princesa FM entrevistou o delegado regional de Polícia Civil Inácio Costa e o inspetor Eugênio Gondim sobre as investigações, elucidação e motivo do homicídio que vitimou o motorista Francisco Josué da Silva, mais conhecido como Jorge do Baixio, caso ocorrido na manhã desta segunda-feira, na Rua Tristão Gonçalves (Rua da Vale) no centro comercial do Crato. Ainda sobre as diligências para prender os acusados.
O inspetor Eugênio Gondim  disse que após verificar o local do crime, os inspetores Aglésio e Paulo tomaram as primeiras informações e , em seguida, retornaram à delegacia.  A partir daí for formada uma equipe,  também com o inspetor Thiago Bonifácio  e começou a levantar suspeitas, a partir de contatos com transeuntes que estavam nas imediações do crime e com pessoas que se encontravam na Praça Francisco Sá (Cristo Rei), onde fica o ponto de embarque e desembarque dos transportes que fazem a linha Baixio/Crato/Baixio, local de trabalho da vítima. O inspetor Eugênio afirmou ainda que as imagens de uma câmera de vídeo localizada em um estabelecimento comercial, em frente a praça Cristo Rei, ajudaram na identificação dos indivíduos.
Sobre as diligências com o objetivo de prender os acusados do homicídios, Eugênio ressaltou que a equipe percorreu quase toda zona rural de Santana do Cariri e sede do município, mas até o momento não conseguiu lograr êxito.
MOTIVO DO CRIME:
De acordo com as investigações, a equipe da Policia Civil do Crato, indica uma antiga rixa, motivada por um possível roubo de um capacete, pertencente a Audir, há sete anos atrás.  Este responsabilizava Jorge pela subtração desse capacete, que nunca aceitou tal acusação. No final do ano passado, esta querela foi requentada, gerando discussões e vias de fato. “Infelizmente, na última segunda-feira, teve um desfecho trágico”, ressaltou Eugênio.

O delegado regional  Inácio Costa  acrescentou que o inquérito já foi instaurado,  as perícias requisitadas, as provas estão sendo formalizadas dentro dos autos e tudo aponta para o indiciamento dos irmãos Audir Barbosa e Cícero Barbosa como os autores do Crime contra o Jorge do Baixio.
FONTE -PRINCESA NEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário