RADIO GESSO

>

sábado, 27 de maio de 2017

“Estava com o demônio no corpo”, disse homem que matou recém nascida em Lavras da Mangabeira

Um caso que chocou Lavras da Mangabeira nesta sexta-feira(26) e chamou a atenção de toda região. Uma recém nascida, de apenas noive meses foi brutalmente assassinada naquela cidade.

O fato aconteceu por volta das 19h30min. em entrevista ao site Iguatu.net, a tia da vítima falou como aconteceu este crime, “ ele saiu com ela praticamente morta nos braços, e me entregou. Quando vi a minha sobrinha percebi que estava praticamente morta, a levei para o hospital da cidade, ela tinha marca de mordidas e manchas pelo corpo”, disse a senhora Ana Rita.

Em contato com os militares na Delegacia Regional de Iguatu, alguns afirmaram que a criança tinha realmente muitas marcas pelo corpo  e que havia a suspeita de ter sofrido um traumatismo craniano, além de mordidas. Mas segundo eles, apenas os laudos poderão determinar o que realmente aconteceu.

O acusado, Yarlei Mendonça de Sousa, que é natural de Cajazeiras, Paraíba, após ser apresentado na Delegacia Regional em entrevista negou tudo. Em um primeiro momento após ser interrogado pelo policiais, “ existe uma suspeita nossa dele ter feito isto por ciúmes, a menina não era sua filha, pertencia ao companheiro anterior da minha irmã, ent

A família morava em Cajazeiras, Paraíba e tinham chegado há poucos dias em Lavras da Mangabeira.
Após este primeiro momento, por volta de 01h30min.madrugada deste sábado(27) o Yarlei confessou ter assassinado a criança, segundo informações ele disse ao delegado plantonista que teve um momento de fúria e fez esta ação criminosa, “ estava como o demônio, foi um momento de loucura não sei o que fazer”, teria afirmado durante depoimento.

“Ele negou várias vezes que não teria feito isto, mas após muitas tentativas ele confessou, segundo o mesmo teve uma ameaça do ex-companheiro da atual mulher e por isso realizou este crime bárbaro, ele diz que teve um surto, mas foi uma possível vingança, ele será recambiado para um local seguro, pois a revolta é grande em Lavras da Mangabeira, ele é muito frio, disse que mordeu a criança e passou detalhes terríveis”, afirmou para a imprensa o delegado Ariel.
Yarlei está a disposição da justiça e até o momento não foi informado o local onde permanecerá preso.
Assista a entrevista com o acusado na DRI.

O vídeo abaixo foi retirado do Blog

Iguatu.net 


Nenhum comentário:

Postar um comentário