RADIO GESSO

>

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Resumo da sessão de segunda-feira,da camara do crato



 Confira notas com resumo dos debates, requerimentos e sugestões dos vereadores cratenses no Pequeno e no Grande expedientes durante a sessão plenária desta segunda-feira, 29 de maio.

Pequeno Expediente

Thiago Esmeraldo (PP) informou ter participado de reunião com representantes do IPECE, do IBGE e da Assembleia Legislativa para tratar sobre o georreferenciamento na tentativa de um acordo entre as cidades de Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte.

Pedro Lobo (PT) destacou o requerimento de sua autoria ao Governo do Estado do Ceará para que seja feita a regularização fundiária da malha viária urbana do Crato.

Vicência Leandro (PMN) agradeceu à Prefeitura pelo serviço de limpeza pública feita no Muriti.

Amadeu de Freitas (PT) corroborou com a fala de Thiago Esmeraldo sobre o georreferenciamento e informou sobre a audiência pública que será realizada pela Câmara atendendo requerimento de sua autoria.

O encontro ocorrerá às 9h da próxima quinta-feira (1º) no Plenário da Câmara para discutir a implementação da Política de Resíduos Sólidos em Crato. Para mais informações sobre este assunto, clique aqui.
Florisval Coriolano (PRTB) convidou população e vereadores a participarem da audiência Pública a ser promovida pela Câmara a partir das 10h desta terça-feira que discutirá a taxa de iluminação pública em Crato.

Este assunto foi comentado na sessão desta segunda-feira pelo vereador Pedro Alagoano (PSD). Ele afirmou que existem leis municipais que tratam da taxa de iluminação pública e que devem ser observadas pela Enel (antiga Coelce).

O parlamentar também demonstrou preocupação em relação a duas localidades. Conforme conta, moradores da Vila São Bento pedem que a operação Boa Noite, que visa combater mosquitos, sejam destinadas à comunidade. No bairro Granjeiro a solicitação é voltada à ações de segurança pública para a redução nos índices de assaltos.
Lunga (PSD) solicitou que a Prefeitura realize ações itinerantes nos distritos, levando serviços como saúde e jurídicos a população mais distante desses serviços na zona urbana.

Jales Velloso (PSB) comentou sobre a morte de um cratense na Festa de Santo Antônio, em Barbalha. Ele também pediu rapidez na licitação para escolha de uma empresa que fornecerá urnas funerárias a serem repassadas à famílias carentes.
Três vereadores usaram a Tribuna no 

Grande Expediente. 

Bebeto Anastácio (Podemos) tratou sobre as ações da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor; de questões relacionadas à taxa de iluminação pública, sugerindo que a Prefeitura contrate uma empresa para lidar com a questão; e acerca do retorno do Zona Azul para organizar o estacionamento rotativo no Centro.
“A falta desse serviço tem atrapalhado a vida de muitas pessoas, especialmente no comércio, pois não tem a visitação necessária por falta da rotatividade do estacionamento”, afirmou o parlamentar.

Fernando Brasil (PP) discursou sobre as ações que a administração municipal tem desenvolvido durante os cinco meses de gestão, notadamente sobre as obras, a exemplo da quadra do Gesso.
Lunga (PSD) usou a Tribuna para versar sobre temas relacionados ao distrito Dom Quintino, como o fornecimento de água, calçamento, saneamento básico, transporte escolar, que devem ser desenvolvidos pela Prefeitura.


A Câmara Municipal do Crato volta a se reunir nesta terça-feira, a partir das 9h para a concessão de um Título de Cidadania Cratense ao professor Ricardo da Fonseca. Em seguida, a partir das 10h, debate a taxa de iluminação pública com representantes da Prefeitura.




Nenhum comentário:

Postar um comentário