RADIO GESSO

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Câmara do Crato: Resumo da sessão desta terça-feira

No Pequeno Expediente o presidente da Câmara, Florisval Coriolano (PRTB) ressaltou aspectos de sua gestão à frente do Poder Legislativo cratense. Conforme contou, o zelo com a transparência e a atenção à legalidade são as marcas principais de sua administração.

O presidente também comentou Projeto de Lei da Mesa Diretora que deu entrada na sessão de hoje e trata sobre mudanças na estrutura administrativa da Câmara. A proposta reduz 15 cargos comissionados. “Ficaremos com aqueles cargos que realmente a Câmara precisa”, afirma Florisval Coriolano.

“Estamos fazendo toda a economia possível em relação a ter essa verba para que comecemos a construir a Câmara municipal já que em cinco meses nós temos R$ 350 mil em caixa de economia que esta Mesa fez”, acrescenta o presidente.

O vereador Roberto Anastácio (Podemos) argumentou em defesa da gestão da atual Mesa Diretora. Segundo o parlamentar, o presidente deu estabilidade e segurança financeira ao Poder Legislativo nos primeiros cinco meses da nova Legislatura.

Na sequência do Pequeno Experiente, o vereador Pedro Alagoano (PSD) voltou a falar da necessidade de se averiguar as doações de terrenos do município feita em anos anteriores. Ele também esclareceu sobre processos licitatórios em sua administração como presidente na legislatura anterior.

Adil Sampaio (PSC) citou existirem meios de comunicação sérios e outros que cometem deslizes. “A função da imprensa é divulgar com seriedade, com base na verdade”, disse o parlamentar.
Pedro Lobo (PT) parabenizou presidente Florisval Coriolano pelo zelo administrativo e ressaltou que a Câmara tem em caixa mais de 300 mil reais planejados para a construção de uma nova sede para as atividades legislativas.

Amadeu de Freitas (PT) sugeriu que a Mesa Diretora apresente a prestação de contas mensalmente para dar maior transparência da gestão. Ele também valorizou a proposta de redução de cargos na Câmara.

Fernando Brasil (PP) enalteceu a administração do prefeito Zé Ailton Brasil e comentou aspectos relacionados a transporte público que conduz moradores de Dom Quintino e citou projeto da administração municipal que pretende melhorar o trânsito da cidade.

Jales Velloso (PSB) citou cobranças que 
fez e não foi atendido pela gestão municipal a exemplo de melhorias no Canal do Rio Grangeiro. Afirmou ter levado o secretário de Infraestrutura para conhecer a realidade do local. “O papel do vereador é fiscalizar o que tem de errado e cobrar”, afirmou.

Vicência (PMN) solicitou a requalificação de ladeira que dá acesso à estátua de Nossa Senhora de Fátima e o bairro de mesmo nome, e parabenizou as ações do presidente da Câmara, Florisval Coriolano.

Tico da Serrinha (PSC) igualmente elogiou o presidente e disse não estar preocupado com as investigações feitas pelo Ministério Público, confiante do bom trabalho desenvolvido pela Mesa, “e sim com o bem estar dos cratenses”.

O vereador Roberto Anastácio (Podemos) relembrou sobre o julgamento da chapa Dilma-Temer que inicia nesta semana e comentou sobre os debates na Câmara que algumas vezes ficam acalorados e são normais à prática legislativa.


A Câmara Municipal volta a se reunir na próxima segunda-feira, 12, em sessão ordinária. Na terça-feira seguinte deverá realizar uma audiência pública para discutir o planejamento do município para o próximo quadriênio 2018-2021.


Nenhum comentário:

Postar um comentário