RADIO GESSO

>

sábado, 29 de julho de 2017

Homem matou duas mulheres na cidade de Iguatu

Um duplo homicídio foi registrado na cidade de Iguatu. O fato ocorreu na Rua 27 de Novembro em um bar, após um desentendimento entre um homem e uma mulher. O acusado foi preso em flagrante na própria residência no bairro Alto do Jucá.
O acusado Jonas Mota Queiroga, 41 anos, borracheiro, é principal acusado de ter assassinado a faca, Luzinete conhecida como “Neta” e Nara. A investigação aponta que o crime foi motivado por um desentendimento antigo em entre Neta e a esposa do acusado.
O crime ocorreu no Bar do Gonçalo quando os três envolvidos estavam consumindo bebidas alcoólicas. Conforme informou a polícia, e o próprio acusado, Jonas, após novo desentendimento com “Neta” foi em sua casa se armar com uma faca e voltou ao estabelecimento e assassinou.
Nara ao ver a situação tentou impedir o crime e acabou sendo lesionada por Jonas. O acusado em entrevista a Rádio Mais FM disse não lembrar-se do crime. “Fui com intuito de furar “Neta” disso eu lembro, mas não sei quantos golpes eu desferir e se matei ele e outra passa. Estava bêbado, só lembro quando fui algemado pelos policiais”, contou Jonas.
As vítimas chegaram a ser socorridas pelo Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito. O acusado após o crime foi pra sua casa, e minutos após preso em flagrante pela Polícia Militar que o conduziu para Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC).
O delegado plantonista, Ariel Alves ouviu o acusado que será indiciado por duplo homicídio qualificado. Jonas Mota possui passagens pela polícia por porte ilegal de arma.
Com as mortes das vítimas se contabiliza o 13º crime de morte no ano de 2017 na cidade de Iguatu. O último ocorreu no sítio Tambiá quando Alex Teixeira foi morto a bala em um bar daquela localidade.

Fonte - Mais FM iguatu

Nenhum comentário:

Postar um comentário