quarta-feira, 23 de maio de 2018

Câmara debate reajustes na conta de água e aprova aumento dos servidores municipais

Os vereadores cratenses estiveram reunidos nesta terça feira (22) em sessão ordinária. Logo de inicio o administrador do Cemitério público Nossa Senhora da Piedade, Edimilson Romão, usou a tribuna para esclarecer sobre a situação daquele local já que nas últimas sessões os vereadores levaram reclamações da população que faz visitas. Com relação ao horário de funcionamento Edimilson afirmou que aquele horário entre 8h e 17h é adotado em todas as cidades da região e garantia mais segurança a todos. Já em relação a sujeira do local ele garantiu que o cemitério já passou por três limpezas em seu interior e está sendo limpo periodicamente.

Os vereadores Bebeto (PODEMOS) e Amadeu (PT) discutiram acerca da alta nos preços dos combustiveis e a situação da Petrobras. Amadeu citou que o atual governo é o total responsável pela alta nos preços e não os governos do PT como havia dito o seu colega. Bebeto pediu que o vereador respeitasse a sua opinião e fez duras criticas aos governos anteriores, o que causou polêmica. 

O provável reajuste na conta de água também foi debatido. O vereador Lunga (PSD) disse que desde o primeiro momento foi contra aumentos nas tarifas e também à não participação da Câmara nos reajustes, já que foi transferida a autonomia para o conselho municipal de água e esgoto. Professor Gilson (AVANTE) afirmou que os colegas Pedro Lobo (PT) e Amadeu de Freitas representam bem a casa no conselho. Ainda ressaltou que a Saaec precisa aumentar os valores desde que de forma justa. Jales Veloso (PSB) parabenizou Lunga pelo pronunciamento e disse que a população
parte da empresa. Guri (PV) disse que caso uma empresa privada fosse a responsável pelo o fornecimento de água os valores seriam superiores aos atuais. Para concluir, Renan Almeida (PATRIOTA) concordou e também declarou que outras empresas cobram valores bem acima dos estabelecidos em Crato. 


Os vereadores ainda aprovaram o reajuste nos salários dos servidores públicos municipais. DrOldack César, vice-presidente do Sindicato dos servidores municipais (Sindmscrato) esteve presente na sessão e avaliou positivamente a conquista que será aplicada de acordo com a infação. Após os debates e votações a sessão presidida pelo vereador Florisval Coriolano (PRTB) foi encerrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário