quinta-feira, 17 de maio de 2018

Crato promove caminhada em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Em homenagem ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado dia 18 de maio, a Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (SMTDS) promove nesta quinta-feira, 17, caminhada pelas ruas do bairro Gisélia Pinheiro (Batateiras).

A ação, que tem como objetivo informar e orientar sobre a violação dos direitos infantis, assim como reafirmar a responsabilidade da sociedade em garantir esses direitos, contará com participantes do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), Solon Pinheiro Teles, e comunidade do bairro. A concentração será na sede do referido CRAS, as 7h30.

No Brasil, a campanha é realizada pelo Comitê Nacional de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e ECPAT Brasil, em parceria com a SNDCA, o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Polícia Rodoviária Federal e ChildHood.

Com o slogan Faça Bonito - Proteja nossas crianças e adolescentes, as atividades propostas convocam a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil.

Desde 2009 a campanha traz como símbolo uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação junto a sociedade, proximidade e identificação com a causa.



18 de maio: A data foi escolhida como dia de mobilização contra a violência sexual porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. A proposta do “18 DE MAIO” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário