sexta-feira, 1 de junho de 2018

Corpus Christi: A Eucaristia que faz a Igreja

“Cristo, pão dos pobres, juntos, nesta mesa, pois a Eucaristia faz a Igreja”. É com essa certeza que católicos no mundo todo, nesta quinta-feira (31), celebraram o seu maior tesouro: o Santíssimo Sacramento do Corpo e Sangue de Cristo, manifestado no “pão que alimenta e que dá vida, e no vinho que salva e dá coragem”, como reza a V Oração Eucarística. Daí o nome da solenidade:”Corpus Christi”, único dia em que Jesus saiu às ruas transladado no ostensório.
Em sintonia com as demais paróquias, em Crato, a solenidade aconteceu em dois momentos: no Santuário Eucarístico Diocesano, onde houve celebração da Santa Missa, presidida pelo bispo diocesano Dom Gilberto Pastana, e na Praça da Sé-Catedral, com bênção do Santíssimo. Concelebraram Monsenhor Bosco Cartaxo (reitor do Santuário), Monsenhor José Honor (colaborador) e pelos padres Rocildo Alves (chanceler da Cúria Diocesana), José Vicente (Cura da Catedral), Aureliano Gondim (administrador da Paróquia de Fátima) e Cícero Luciano (reitor do Seminário Propedêutico e vigário na Paróquia de Fátima.

O povo de Deus, reunido em assembleia, participou de cada um desses momentos com muito respeito, emoção e olhos sempre atentos à passagem de Jesus “pão vivo descido do Céu”. A decoradora Josefa Santana, por exemplo, há pouco mais de quinze dias se tornou ministra da Eucaristia. Para ela, hoje foi a “grande festa”, por isso acompanhou tudo “com muita graça no coração”.
Comunidade de amor

Na homilia, o pastor diocesano lembrou que “a Eucaristia nos traz nova vida, na esperança do Reino do Céu”, por isso a importância de nos alimentarmos Dela, “vivando também os valores, aprendendo com Jesus a amar e a cuidar do irmão, desejando prosseguir nos caminhos do Senhor, nos fortaleçamos, sempre, no Reino de Deus, não no reino do mundo”.





Nenhum comentário:

Postar um comentário