Usuarios On-line


sexta-feira, 19 de março de 2021

Católicos pedem abertura de igrejas em Fortaleza


Na manhã desta sexta-feira (19/3), na Catedral de Fortaleza, após a celebração da solenidade em honra a São José, padroeiro do estado, um grupo de fieis católicos fizeram uma breve manifestação pacífica, em que pediam a abertura urgente das igrejas e o retorno aos sacramentos.

O grupo, formado por aproximadamente 40 pessoas, participou da missa em honra a São José, celebrado neste 19 de março pelo bispo auxiliar de Fortaleza, dom Júlio César.

Segundo o próprio bispo auxiliar, o arcebispo, dom José Antônio acordou indisposto, com dores de cabeça e preferiu não celebrar a missa em honra ao Padroeiro do Ceará.


(Foto: A Notícia do Ceará)

Após o fim da celebração, os fieis mostraram cartazes com pedidos direcionados ao arcebispo, dom José Antônio: “Não existe eucaristia on-line”, “Eucaristia é mais que essencial”, “Abram nossas igrejas”, “Igreja aberta é essencial”, dentre outras demandas.

Para a dona de casa, Dina Coutinho, 38, presente na celebração com o esposo e quatro filhos, o apoio da igreja sempre foi essencial em momentos de crise humanitária. “Esta é a primeira grande crise na nossa história, em que as igrejas ficaram fechadas. Pedimos ao nosso pai e pastor, dom José, que possa tomar a frente como pastor e conduzir as almas de seu rebanho, e não deixá-los à própria sorte, trancados em casa e longe dos sacramentos”, diz.

Já para o bancário Paulo Ernesto, acompanhado da esposa e de dois filhos, destacou que a abertura das igrejas é vital para a vida dos fieis. “A abertura das igrejas é mais do que essencial, é vital. Assim como existem pais de família que precisam trabalhar para dar o pão de cada dia aos seus, este Pão do Céu tem uma importância muito maior, é vital”, destaca.

Paulo ainda ressalta que os fieis estão atentos às medidas sanitárias durante as celebrações. “Neste momento difícil, os católicos precisam de igrejas abertas. Nós sempre cumprimos as orientações de higiene e protocolos. Não podemos ter isso negado”, frisa.


(Foto: A Notícia do Ceará).

(Com Expresso Ceará)