Usuarios On-line


domingo, 21 de março de 2021

Morre um dos fundadores do Banco Palmas, Augusto Barros



Informa o secretário cearense de Meio Ambiente, professor Artur Bruno a morte neste domingo (21) aos 71 anos de idade, do líder comunitário do Conjunto Palmeiras e um dos fundadores do Banco Palmas, Augusto Barros Filho (foto):

- A fé nos move e nos encoraja a mudar o mundo. Augusto Barros era um exemplo de cidadania e de luta para a comunidade do Conjunto Palmeiras e para toda cidade de Fortaleza. Seu falecimento entristece a todos que ousam lutar por um mundo melhor. Nosso abraço solidário".

Augusto Barros fundou o Banco Palmas juntamente com os moradores do Conjunto Palmeiras em janeiro de 1998. O Palmas com 23 anos de fundação foi o primeiro banco comunitário do Brasil. Ultimamente Augusto Barros Filho era um dos conselheiros do Banco Palmas, que instituiu a moeda Palmas.

Foram lançadas ainda:

  • Palma Card.
  • Palma Limpe.
  • Palma Fashion.
  • Companhia de Música Bate Palmas.

ABVV - Augusto Barros Filho foi presidente da Associação Beneficente de Valorização à Vida (ABVV):

- Fizemos muitas lutas, já passamos fome, já passamos sete dias ali no Cambeba; olhe, companheiros, nesse dias nós apanhamos tanto, mas tanto...A polícia veio, quis invadir minha casa, aqui tinha uns padres que sempre apoiava a gente, Padre Jacó, Padre Zé Maria, Padre Chico, Padre Luís sempre dava um apoio, claro que a gente contava com ajuda desse pessoal, mas independente deles, a gente ia pra luta. Isso era na década de 1980 (Depoimento do Augusto, presidente da Associação Beneficente de Valorização à Vida– ABVV. Entrevista concedida no dia 30 abril de 2012 para tese 'DEUS CRIOU O MUNDO E NÓS CONSTRUÍMOS O CONJUNTO PALMEIRAS: A CONSTITUIÇÃO DA IDEIA DE UM BAIRRO SOLIDÁRIO', de Maria Fernanda de Sousa Rodrigues, apresentada na Universidade Federal do Ceará-UFC-Centro de Humanidades-Programa de Pós-Graduação em Sociologia, em 2012