Usuarios On-line


segunda-feira, 22 de março de 2021

Presidente da Fundação Palmares quer boicotar filme de Lázaro Ramos: “Lacração vitimista”




Presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo pediu a seus seguidores que boicotem o filme “Medida Provisória”, dirigido por Lázaro Ramos, quando a obra chegar aos cinemas. “Medida Provisória” se passa num Brasil do futuro em que uma iniciativa de reparação pelo passado escravocrata provoca uma reação no Congresso Nacional, que aprova uma medida provisória expulsando cidadãos negros do País.

Camargo criticou o filme e o fato de ele ter sido produzido com apoio da Ancine. Ele disse ainda que o filme seria uma crítica ao governo Bolsonaro.

“O filme faz uma acusação criminosa contra o presidente Jair Bolsonaro e 57 milhões de brasileiros, de todos os tons de pele, que votaram nele. Lázaro Ramos, dessa vez como diretor, finge combater o racismo enquanto o fomenta. Não é isso o que o Brasil quer. Somos um só povo!”

Por Redação da Revista Istoé com informações de Rócio Barreto do Portal Por Brasília