Usuarios On-line


quarta-feira, 24 de março de 2021

SPS promove curso de Libras para 150 servidores públicos da Capital e Interior



Com população estimada em sete mil pessoas surdas no Ceará, a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) está promovendo um curso de Língua Brasileiras de Sinais (Libras) para 150 servidores e colaboradores do setor público da Capital e Interior. O objetivo é estimular e capacitar profissionais para ampliarem e facilitarem o acesso à informação, à comunicação e ao conhecimento para a população com deficiência auditiva no Estado.

“Esse curso é parte da missão da SPS de buscar sempre atender e acolher, da forma mais qualificada possível, as pessoas com deficiência, de qualquer ordem. Formar servidores na linguagem de Libras significa promover cidadania, facilitar o acesso à informação e aos diversos serviços de saúde, educação, segurança e assistência social. Esperamos que as pessoas capacitadas ampliem as ações de acessibilidade em seus municípios ou deem início a esse processo, que é um direito do cidadão”, destaca a titular da SPS, Socorro França.

O curso está sendo realizado por meio de plataforma virtual, na modalidade à distância. Os módulos, com videoaulas e todo material de acesso à formação, já estão disponibilizados, gratuitamente, pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Pessoas Idosas e Pessoas com Deficiência (Copid) da SPS.

Inicialmente, as vagas são para servidores públicos dos municípios certificados, em 2020, como “município cearense promotor da política do idoso e da pessoa com deficiência”.

“A formação em Libras é mais uma ação do programa Ceará Acessível, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da SPS, que busca ampliar a acessibilidade física, social e cultural e melhorar as condições de vida das pessoas com deficiências”, acrescenta a coordenadora da Copid, Vyna Leite. Ela antecipa que outro curso de Libras, para mais 150 pessoas, será ofertado pela SPS, ainda este semestre.