Usuarios On-line


terça-feira, 20 de abril de 2021

Novo incêndio no Castelão





A Arena Castelão, em Fortaleza, sofreu um incêndio na manhã desta terça-feira (20). O Diário do Nordeste confirmou que o incidente foi em um dos vestiários do equipamento e não teve grandes proporções. Segundo o Corpo de Bombeiros, a causa foi um curto-circuito em aparelho de ar condicionado.

Em janeiro de 2021, uma cabine de rádio também foi tomada por chamas e gerou uma extensa área queimada. Na ocasião, os bombeiros conseguiram controlar o fogo, mas o estádio segue com estruturas danificadas.

Vale ressaltar que a estreia do Ceará na Copa Sul-Americana está prevista para quarta-feira (21) (amanhã portanto) na Arena. O jogo contra o Jorge Wilstermann-BOL tem previsão de início às 19h15, pelo Grupo C da competição. Confronto marca o retorno do Vovô ao torneio internacional após 10 anos.

Na lista de candidato às finais do torneio de 2021, 2022 e 2023, o Gigante da Boa Vista recebeu inspeções da Conmebol no início do ano. Sob gestão da Secretaria de Esporte e Juventude (Sejuv), apesar da pandemia de Covid-19, tem capacidade afetada.


Legenda: A Arena Castelão tem assentos danificados na arquibancada
Foto: Alexandre Mota / SVM


Legenda: A capacidade de público da Arena Castelão é de 55 mil pessoas
Foto: Alexandre Mota / SVM


SEM MANUTENÇÃO

Castelão segue sem uma empresa para serviço de manutenção preventiva, em contrato encerrado há 13 meses. O último, assinado por meio de dispensa de licitação junto à empresa Normatel Engenharia, no valor de R$ 1,79 milhão, foi concluído em março de 2020, não havendo um novo vínculo firmado com esta ou qualquer outra empresa para serviços do gênero.


Legenda: As cabines de rádio da Arena Castelão necessitam de reparos na estrutura
Foto: Alexandre Mota / SVM



Pelo período de 6 meses, de outubro de 2019 a março de 2020, a Sejuv contratou "serviços técnicos de manutenção predial preditiva, preventiva, detectiva e corretiva das instalações físicas prediais dos sistemas e equipamentos abaixo relacionados, com fornecimento de mão de obra especializada, materiais e peças de reposição, para atender as necessidades do Arena Multiuso - Estádio Plácido Aderaldo Castelo". No entanto, nenhum outro vínculo foi firmado posteriormente.

Desde então, os serviços são realizados por uma equipe de operação do próprio equipamento, com intervenção técnica da Superintendência de Obras Públicas (SOP).


Legenda: A imprensa foi posicionada mais distante do gramado de jogo, mesmo sem público no estádio
Foto: Alexandre Mota / SVM

A Sejuv informou que a Arena Castelão “continua realizando suas manutenções com equipe residente, composta por profissionais das mais diversas áreas relativas às revisões e correções do funcionamento da praça esportiva”. As ações possuem apoio técnico de engenharia da SOP.

Para a conclusão da recuperação da área afetada pelo incêndio, a SOP “está trabalhando internamente para futura licitação dos elementos da coberta do estádio”. No que tange à conservação rotineira, “há certame licitatório em andamento”.

Sobre a reposição de assentos nas arquibancadas, a Pasta informou que tem contrato com uma fornecedora para os ausentes, e a instalação deve ser iniciada no prazo de até 90 dias. A capacidade atual do estádio é de 55.000 pessoas.


DN