Usuarios On-line


segunda-feira, 5 de abril de 2021

Pagamento do novo auxílio emergencial começa nesta terça-feira


Milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social começam a receber, nesta terça-feira, dia 6, a primeira das quatro parcelas do novo auxílio emergencial. O governo federal prevê conceder o benefício a cerca de 45.600 pessoas, este ano. Milhares desses beneficiários são da Grande Fortaleza e do Interior do Estado.

Os recursos serão depositados nas contas digitais abertas pela Caixa para os beneficiários no ano passado. Na terça-feira (06), começam a receber os trabalhadores informais, microempreendedores individuais, desempregados e outras pessoas afetadas pela pandemia da covid-19 nascidas no mês de janeiro, além de integrantes do Cadastro Único do governo federal. Os pagamentos para este público seguem mais uma vez as datas de nascimento dos beneficiários.

Já os beneficiários do Bolsa Família receberão de acordo com o calendário habitual do programa, que, em abril, começa a ser pago no dia 16. As pessoas não terão direito a sacar os recursos no mesmo dia em que receberem. O objetivo do escalonamento é motivar as pessoas a usarem os dispositivos digitais e, assim, evitar a ida a bancos e agências lotéricas. Cerca de R$ 44 bilhões foram destinados ao auxílio emergencial por meio da chamada PEC Emergencial.

Consulta

Os trabalhadores podem se receberão a nova rodada do Auxílio Emergencial e a consulta poderá ser feita no site da Dataprev, empresa estatal responsável por processar os pedidos – clique aqui para acessar. O beneficiário deverá informar o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. A consulta também pode ser feita ainda pelo telefone 111.

Valores

Serão pagas aos trabalhadores quatro parcelas com valor médio do benefício de R$ 250 – que vai variar de R$ 150 a R$ 375 conforme o perfil do beneficiário e a composição de cada família.

– Famílias vão receber R$ 250;

– Uma família monoparental, dirigida por uma mulher, vai receber R$ 375;

– Pessoas que moram sozinhas vão receber R$ 150.

Pelas novas regras, o auxílio só será pago a famílias com renda total de até três salários mínimos por mês, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. O benefício deverá ser pago a mais de 40 milhões de famílias. Para quem está no Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso. Não serão abertas novas inscrições para o pagamento do benefício A seleção será feita a partir dos beneficiários inscritos no programa original, excluindo aqueles que não se encaixarem nas novas regras do programa.

Confira o calendário