Usuarios On-line


sexta-feira, 4 de junho de 2021

Após ser considerado inelegível, prefeito tem sentença anulada e segue no cargo


O prefeito do município de Cedro (a 400 km de Fortaleza), João Batista Diniz, conhecido pelo nome político de Joãozinho de Titico, teve sua inelegibilidade encerrada e deve continuar no cargo.


Prefeito eleito de Cedro, Joãozinho de Titico. Foto: Reprodução

Joãozinho havia sido acusado de irregularidades como o uso indevido da máquina pública, desvio e/ou abuso do poder econômico e/ou do poder político (abuso de autoridade), ou utilização indevida de veículos ou meios de comunicação social. Dessa forma, a 13ª Zona Eleitoral de Iguatu (que compreende o município) determinou a cassação do prefeito, assim como da vice-prefeita Ana Nilma Freitas Diniz, e de Francisco Nilson Alves Diniz, ex-prefeito da cidade, todos filiados ao PDT.

No entanto, na última quarta-feira (02/06), o Ministério Público Eleitoral (MPE), em Iguatu, assim como a Procuradoria Eleitoral em Fortaleza, acatou o recurso apresentado pelo gestor, e entendeu que a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra os três políticos não procede, mantendo a decisão eleitoral de 2020.