Usuarios On-line


quarta-feira, 2 de junho de 2021

CIDADES-SEDES DA COPA AMÉRICA VACINARAM MENOS DE 15% DE SUA POPULAÇÃO



A confirmação de quatro das cinco sedes da Copa América em 2021, feita pelo presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (1º), mostra um descompasso entre a celeridade do governo brasileiro para receber o evento e a velocidade de imunização da população. Dados coletados pelo Congresso em Foco mostram que nenhuma das capitais escolhidas para abrigar o torneio - Cuiabá, Goiânia, Brasília e Rio de Janeiro - possui sequer 15% dos habitantes imunizados com as duas doses. Os estados que elas integram também não chegam a esse percentual de vacinação.

O pedido da Conmebol, organizadora da Copa, foi atendido pelo presidente Jair Bolsonaro em menos de 24h. Logo, tornou-se alvo de críticas na medida que o país vivencia a iminência de uma terceira onda.  A média diária de óbitos permanece alta -  na casa dos 2 mil - e o país ultrapassa o total de 463 mil mortos pela pandemia.