Usuarios On-line


sexta-feira, 12 de março de 2021

Idosos vacinados a partir de 70 anos no Ceará têm taxa de internação 46% menor que os não imunizados




Pessoas a partir de 70 anos que foram vacinadas têm taxa de internação 46% menor que a de não vacinados.

O resultado faz parte de análise preliminar da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), por meio da Secretaria de Vigilância e Regulação (Sevir), em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) baseada em dados de solicitações de leitos para Covid-19 na Central de Leitos do Estado e com o Banco do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

A taxa de incidência de internação entre os vacinados foi de 4,68 por 1000 pessoas imunizadas e entre os não vacinados foi de 8,67 para cada 1000 pessoas não vacinadas. ]

Para a Pesquisa, foi utilizada a população a partir de 70 anos. Importante destacar que, no Ceará, a maior parcela dos idosos já vacinados têm 75 anos ou mais. Entre 70 e 74 anos, foram imunizados os institucionalizados ou profissionais de Saúde.

Menos complicações - “O risco daqueles que se vacinaram é muito menor, são menos complicações graves. Isso mostra a importância da vacinação e da população aderir à imunização”, afirma o secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Doutor Cabeto).

Aqueles não vacinados têm um risco 1,85 vezes maior de serem internados se comparados aos imunizados, com intervalo de confiança significativo de 95%.

Para a análise, foi estimada uma população de pessoas a partir de 70 anos no Ceará de 524.922 pessoas. 

Os dados são do DataSus, do Ministério da Saúde. Do total, estima-se que 85% estão suscetíveis a uma primeira infecção pelo Novo Coronavírus.