Usuarios On-line


sexta-feira, 12 de março de 2021

Vereador de Fortaleza é condenado a pagar R$ 5 mil após atirar em foto do ex-presidente Lula




O vereador de Fortaleza Inspetor Alberto (Pros) foi condenado a pagar R$ 5 mil em processo por danos morais por um vídeo publicado nas suas redes sociais, em setembro de 2019, em que aparece disparando 10 vezes com uma arma de fogo contra uma foto do ex-presidente Lula (PT). 

A decisão é do juiz Mauricio Tini Garcia, da Justiça de São Paulo, proferida na quarta-feira (10) e publicada nesta quinta-feira (11).

O parlamentar, em entrevista ao Diário do Nordeste, diz que não foi notificado sobre o processo. 

No documento, o juiz Mauricio Tini Garcia afirma, no entanto, que Inspetor Alberto optou por não se manifestar. "O silêncio do réu que, mesmo regularmente citado, optou por não se defender, atrai contra si os efeitos da revelia a tornar inconteste o fato de que o réu preparou e veiculou vídeo objeto desta ação", diz o texto.

Hoje, o vereador que, na época do caso, era assessor parlamentar do deputado estadual André Fernandes, publicou, em uma rede social, outro vídeo, que diz ser antigo, no qual se refere aos petistas e menciona um valor de R$ 50 mil.

Na mesma publicação, ele afirma que não pagará a quantia pleiteada pelo ex-presidente.  "Lula, tu já me processou uma vez, tu quer 50 mil reais. Sabe quando tu vai ganhar esse dinheiro? Nunca", diz o vereador no vídeo compartilhado nesta quinta.

Vereador nega ter sido notificado

O processo diz respeito a imagens gravadas em um clube de tiro, em 2019, nas quais o militar aparece disparando contra uma imagem do petista. Em seguida, ele se refere ao então Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, que, na época, havia declarado intenção de assassinar o ministro Gilmar Mendes (STF).

“Janot, a gente faz é assim, para não tirar a vida de ninguém. Bota uma foto e descarrega. Babau, sai toda a raiva”, fala Alberto. Fonte DN