Usuarios On-line


sexta-feira, 14 de maio de 2021

Cidade do Ceará terá eleição suplementar para prefeito



Foto: Cid Barbosa

O Município de Martinópole (a 304 km de Fortaleza) deverá estabelecer uma eleição suplementar para prefeito e vice-prefeito em agosto de 2021. A decisão partiu do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará, após o prefeito eleito em 2020, James Bel (PP), ter sido considerado inelegível.

James foi demitido na época em que atuava como professor da rede municipal de ensino, por abandono de cargo. A situação do político eleito vinha sendo discutida desde novembro do ano passado, após a coligação “Martinópole Cada Vez Melhor” ter apresentado recurso contra ele, que foi acolhido pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

A coligação representava Júnior Fontenele (PL), que ficou com 49,92% nas urnas, quase derrotando James, que conseguiu o apoio de 50,08% do eleitorado.